Cheira a "espíritos animais"

03 maio 2021

Bridge | Steel | Metal
Monthly House View de maio de 2021 da Indosuez - download aqui

"Mesmo além da instabilidade devido à especulação, existe a instabilidade devido à característica da natureza humana de que uma grande parte de nossas atividades positivas depende mais do otimismo espontâneo do que das expectativas matemáticas (...). A maioria, provavelmente, de nossas decisões de fazer algo positivo (...) só pode ser tomada como resultado de espíritos animais - um impulso espontâneo de ação ao invés de inação"

John Maynard Keynes, The General Theory of Employment, Interest and Money, 1936.


Como devemos interpretar o otimismo atual dos mercados de ações, e até onde pode ir antes de encontrar obstáculos? Evitando o termo bolha, podemos falar de entusiasmo, até mesmo de euforia, nos mercados. Alguns sinais são óbvios: baixa volatilidade, volumes de compra recordes, múltiplos de alta valorização e preços de ações que parecem estar tendo analistas correndo atrás diariamente. Os observadores do mercado estão competindo para explicar esta realidade.

Uma primeira teoria poderia ser um novo equilíbrio de preços. Em suma, os mercados acionários encontraram um novo sistema de avaliação, justificado por um alinhamento de fatores positivos: recuperação econômica global, forte crescimento dos ganhos, transformações seculares que levam a novas fontes de crescimento e ganhos de produtividade. Mas conhecemos os limites deste refrão: cada vez que construímos uma teoria para justificar avaliações recordes ('desta vez é diferente', como diria Kenneth Rogoff), a realidade nos apanha, um espelho de nosso otimismo excessivo.

Outra teoria é uma bolha racional. Racional em que os investidores estão reagindo positivamente ao sinal enviado pelas autoridades fiscais (que se tornaram o fator tranquilizador do ciclo) e monetárias (que se tornaram os criadores de mercado para os ativos financeiros). Este raciocínio encontra seu limite, porém, já que este equilíbrio é geralmente apenas temporário; porque o excesso de dívida acaba resultando ou em impostos mais altos, inflação, ou em menor crescimento, o que em todos os casos se resume a reduzir os retornos reais de longo prazo. Uma lição da história da política econômica: os meios utilizados para sair de uma crise são muitas vezes a causa da próxima crise.

Uma terceira explicação, que continua da segunda: o excesso de alavancagem, subsidiado pelas políticas econômicas, está criando distorções significativas nos preços dos ativos financeiros. Se os investidores aproveitam os ganhos inespe-rados dos empréstimos de curto prazo com juros zero e dos cheques do governo dos EUA para comprar ativos financeiros, podemos entender por que os mercados estão superando nossas expectativas. A popularidade do investimento na bolsa de valores entre as famílias americanas valida parcialmente esta teoria.

Uma última interpretação poderia ser um efeito de primavera de curto prazo um tanto tradicional. Os investidores estariam simplesmente extra-polando o crescimento muito forte de 2021, que se deve em parte a um efeito de base muito forte após a contração dos ganhos em 2020. Uma espécie de ilusão matemática e de curto prazo, que não contribui para a provável desaceleração do crescimento após 2022, e que muitas vezes termina quando as boas notícias já estão no preço e a proporção de surpresas positivas cai.

Isto nos leva de volta a Keynes. Após um ano traumático em 2020 nos aspectos saúde, humano e econômico, nossa tendência natural é passar do pessimismo ao otimismo e nos concentrarmos nas boas notícias, através da necessidade visceral de sermos positivos e nos projetarmos no futuro, mesmo quando o presente permanece complexo e as incertezas estão por vir. E nosso reflexo - natural ou condicionado pela superabundância de informações - é reagir ao presente. Um primeiro passo para uma espécie de racionalidade seria ter isto em mente, aproveitar a situação sem excesso e estar pronto para reagir quando os ursos acordarem...

 

Important information

Monthly House View de 23.04.2021 da Indosuez, excerto do Editorial

03 maio 2021

Para ler também

Vincent Manuel | Indosuez | Podcast

Podcast by Vincent Manuel, Indosuez CIO

areia | azul | ondas | conchas | praia | mar

Prosperidade comum: convergência ou divergência entre o Oriente e o Ocidente?

contentores | colorido | transporte | metal | download

Poder de precificação: uma maneira de lidar com inflação mais alta